Colônia Z-12 planeja novas datas para concluir o recadastramento dos associados

Os últimos dias 22, 23, 24 e 25 de novembro foram dedicados ao recadastramento dos associados, na Colônia Z-12 de Itaparica. Durante o período, cerca de 900 pescadores e marisqueiras passaram pela atualização cadastral, mas, de acordo com o presidente da Entidade, Antônio Carlos Teixeira, cerca de 1.000 profissionais ainda precisam ser recadastrados. Por isso, a Colônia pretende estender a ação por pelo menos mais dois dias, no mês de dezembro.

Inicialmente, as datas previstas para um segundo momento do recadastramento em Itaparica são 05 e 06 de dezembro, de acordo com Antônio Carlos. Desta vez, o atendimento será realizado exclusivamente pelos funcionários da Colônia, que receberam o treinamento necessário da equipe da Federação dos Pescadores e Aquicultores do Estado da Bahia (Fepesba), responsável pela ação.

“Em razão da grande demanda e do prazo para a conclusão do serviço, estamos passando cerca de uma semana em cada localidade. Nem sempre esse tempo é suficiente para atender a todos. Então, estamos treinando os funcionários das Colônias onde passamos para dar continuidade ao serviço, mesmo depois da nossa saída, pelo tempo necessário ao acolhimento de todos os associados”, pontuou o coordenador do recadastramento na Bahia e consultor da Fepesba, José Carlos Rodrigues.

A ação do recadastramento é nacional e atende a demanda de atualização de dados da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores (CNPA), órgão máximo do Sistema Confederativo da Pesca no Brasil. Todas as Colônias confederativas participarão do processo, que tem como objetivo a universalização das informações entre as entidades representativas do setor pesqueiro. Na Bahia, o trabalho está sendo desenvolvido sob a coordenação da Fepesba.

z12_recad-1

z12-recad-4

z12-recad-3

%d blogueiros gostam disto: