Presidentes da Fepesba e da Colônia Z-52 discutem sobre notificações do INSS em reunião

Na manhã de sexta-feira (17), o presidente da Fepesba, Raimundo Costa, recebeu o dirigente da Colônia Z-52 de Cachoeira, Erivaldo Araújo, e outros dois membros da Entidade. O motivo da visita foram as notificações emitidas pelo Instituto nacional do Seguro Social (INSS) aos pedidos de acesso ao Seguro Defeso do Camarão.

Apesar de ter apresentado, ainda no mês de maio, respostas para as 548 notificações emitidas aos associados da Colônia Z-52 na Coordenação da Pesca – Superintendência Federal da Agricultura na Bahia (órgão, agora responsável pelas ações do Governo Federal para a pesca no Estado), Erivaldo lamenta não ter havido retorno algum. “Entregamos todos os documentos necessários para corrigir absolutamente todas as notificações emitidas para os pescadores associados da Colônia. Fizemos isso há um mês, em maio, e até então não tivemos resposta alguma, nem da Coordenação, nem do INSS, tampouco de qualquer órgão competente do Governo. Os pescadores estão desesperados, com razão”, pontuou.

Sobre a situação pontuada pela comitiva da Colônia Z-52, Raimundo Costa enfatizou, mais uma vez, as medidas adotadas a fim de reverter o atual quadro: “Somente após muita negociação, o INSS aceitou analisar a proposta de solução sugerida pela Fepesba para o caso das notificações, na semana passada. Estamos fazendo essa articulação em conjunto com a Superintendência Federal da Agricultura na Bahia. Enquanto aguardamos a resposta do INSS para nossa solicitação, continuamos a buscar parceria com parlamentares e autarquias, no intuito de resolver logo a restrição do Seguro Defeso.

JUNTOS SOMOS FORTES!

%d blogueiros gostam disto: