Recadastramento avança nas Colônias baianas

O recadastramento dos pescadores no Sistema Confederativo da Pesca segue sendo debatido pela Federação dos Pescadores e Aquicultores do Estado da Bahia (Fepesba) e suas afiliadas. No último sábado (05), foi a vez das Colônias Z-11 de Baiacu (Vera Cruz) e Z-12 de Itaparica. Os associados compareceram em grande número nas reuniões, que contou também com a presença do presidente da Fepesba, Raimundo Costa. Além do recadastramento, foram debatidos outros temas de interesse da categoria, como o Seguro Defeso, por exemplo.

Cerca de 200 associados marcaram presença em cada um das duas reuniões. A primeira assembleia do dia aconteceu logo pela manhã, na Colônia Z-11 de Baiacu, no município de Vera Cruz. Dando continuidade aos trabalhos, foi a vez da Colônia Z-12 de Itaparica, no período da tarde.

Reforçando o debate dos temas de interesse da categoria, Raimundo Costa esclareceu as dúvidas dos presentes sobre o Seguro Defeso. “Esperamos que com o retorno do atendimento na Superintendência Federal da Pesca, as atualizações cadastrais dos pescadores notificados, que já foram iniciadas pelas Colônias, sejam concluídas e as solicitações de Seguro destes profissionais sejam, enfim, processadas pelo INSS. Essa é a forma direta e mais viável de acessar o benefício”, pontuou.

Reunião na Colônia Z-11 de Baiacú (Vera Cruz)
Reunião na Colônia Z-11 de Baiacu (Vera Cruz)
Reunião na Colônia Z-11 de Baiacú (Vera Cruz)
Reunião na Colônia Z-11 de Baiacu (Vera Cruz)
Reunião na Colônia Z-12 de Itaparica
Reunião na Colônia Z-12 de Itaparica
Reunião na Colônia Z-12 de Itaparica
Reunião na Colônia Z-12 de Itaparica

 

%d blogueiros gostam disto: